medical-563427_1920-1024x683
CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

Anvisa faz estudo para reduzir custos com burocracia

Projeto piloto identifica gasto de R$ 1,2 milhão para setor cumprir com apenas uma resolução.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) elaborou estudo sobre como burocracias exigidas pelo órgão aumentam custos de carga administrativa a empresas.

No projeto piloto, apresentado na última semana, a área técnica verificou que para cumprir com apenas uma resolução da Anvisa, a RDC 185/2006, o setor de produtos para saúde gasta cerca de R$ 1,2 milhão todos os anos.

A resolução escolhida para o estudo exige que empresas enviem relatórios econômicos sobre produtos para saúde mais complexos, como os usados em procedimentos cardiovasculares, análises clínicas, hemoterapia, entre outros. A RE 3383/2006 traz a lista de todos os produtos de saúde atingidos pela RDC.

A partir do estudo, a agência decidiu cortar exigências da resolução, como previsão de gasto anual com publicidade e propaganda do produto. Apenas este item teria custo de R$ 520,76 por relatório enviado para cumprir a RDC.

Com as reduções de exigências, a área técnica estima corte de 62% da carga administrativa para esta resolução, ou seja, mais de R$ 750 mil anuais de economia ao setor.

“Regulação do futuro”

O relator do estudo, diretor Renato Porto, afirma que o processo está inserido em ideias de “regulação do futuro” e de melhoria da administração pública. Para ele, o Brasil já superou a etapa de justificar uma atividade regulatória apenas por parâmetros de qualidade, segurança e eficácia”. “Estes problemas estão ficando para trás. O gargalo agora é como usar estes dados para dar tração ao mercado.”

Porto afirma que o ideal é criar a cultura de fazer a avaliação de custo administrativo para novas normas da agências. “A vantagem é ter previsibilidade sobre quanto vai custar à agência e ao setor”, afirmou.

Na reunião em que o estudo foi apresentado, o presidente da Anvisa, William Dib, sugeriu que toda iniciativa regulatória passe por esta análise.

Carga administrativa

Grosso modo, o custo com a carga administrativa foi medido com análise do tempo tomado de funcionários, e de quanto eles recebem, para cumprirem exigências da Anvisa.

Conforme apresentação do estudo, atualmente cada relatório elaborado para seguir a resolução 185/2016 tem carga administrativa de R$ 6.215,85. Em quatro anos analisados o setor elaborou 651 documentos deste tipo.

O piloto usou informações de sete empresas, que foram projetadas sobre o número total de representantes do setor. A RDC foi escolhida pelo conhecimento da área técnica sobre o tema. A gerência estimou em 36 horas o tempo dedicado pela equipe da Anvisa para elaborar o estudo.

Fonte: JOTA

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

receba as últimas notícias
no seu e-mail através da nossa newsletter

CMMR - Costa | Martins | Meira | Rinaldi © 2019 - Todos direitos reservados