plenario-camara-deputados-FabioRodriguesPozzebom-AgênciaBrasil
CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

Governo espera até 355 votos favoráveis à Previdência

Para Alfredo Cotait, presidente da ACSP, a aprovação da matéria possibilitará ao governo avançar nas outras pautas prioritárias, como a reforma tributária e medidas para reativar a economia.

Negociador da equipe econômica para a reforma da Previdência, o secretário de Previdência Social, Rogério Marinho, previu nesta manhã de quarta-feira, 10/07, que a votação do texto-base só deve acontecer por volta das 18 horas.

governo espera atingir até 355 votos favoráveis à reforma.

Um dos pontos de discórdia na proposta, a aposentadoria de policiais, foi contornada. A Bancada da Bala conseguiu acordo que garante medidas mais brandas para a categoria.

Para o policial que está na carreira, a idade mínima de aposentadoria deve ser de 53 anos, para homens, e 52, para mulheres, além da provisão de um pedágio de 100%. Ou seja, se faltarem dois anos para o policial se aposentar, terá de trabalhar mais quatro anos.

Já para quem inicia a carreira, a idade mínima prevista para a categoria permanece em 55 anos, como queria o governo.

APROVAÇÂO URGENTE

Alfredo Cotait Neto, presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), espera que a aprovação do texto dê impulso novo à economia.

“O ajuste fiscal e a retomada do crescimento econômico só poderão acontecer uma vez que a nova Previdência seja aprovada. A reforma é fundamental para corrigir distorções e privilégios e equilibrar as finanças públicas. É não apenas necessária, mas urgente, porque possibilitará avançar nas outras pautas prioritárias, como a reforma tributária e medidas para reativar a economia”, diz Alfredo Cotait Neto, presidente da Facesp e da ACSP.

Ele avalia que, com a inflação abaixo do centro da meta, “aguardamos as quedas da taxa básica de juros e dos recolhimentos provisórios sobre os depósitos compulsórios a prazo, para liberar recursos para o crediário.”

Em junho, a Facesp – juntamente com as 420 associações comerciais filiadas – lançaram a campanha “Reforma da Previdência: sim, eu apoio”, a fim de incentivar que os empresários – e toda a população – se informem sobre o posicionamento de cada deputado acerca do projeto e peça para o parlamentar de sua região votar a favor da reforma.

Fonte: Diário do Comércio


Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

receba as últimas notícias
no seu e-mail através da nossa newsletter

CMMR - Costa | Martins | Meira | Rinaldi © 2019 - Todos direitos reservados