moedas-cresce-divida-think-economia-dc
CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

Investimentos crescem 1% em julho

Na comparação com julho do ano passado, o indicador avançou 0,4%. No acumulado em 12 meses, o ritmo de crescimento dos investimentos perdeu fôlego, de acordo com o Ipea.

Os investimentos na economia cresceram em julho, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Ipea Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF, medida dos investimentos no Produto Interno Bruto) subiu 1% em relação a junho, na série com ajuste sazonal.

Na comparação com julho do ano passado, o indicador avançou 0,4%. No acumulado em 12 meses, o ritmo de crescimento dos investimentos perdeu fôlego, passando de uma alta de 4,3% em junho para 3,1% em julho.

A FBCF é composta por três segmentos: máquinas e equipamentos, construção civil e outros ativos fixos. Na passagem de junho para julho, o componente de máquinas e equipamentos aumentou 1,2%, devido a um crescimento de 1,9% no consumo de bens nacionais e a um avanço de 5,4% na importação desses produtos.

O componente da construção civil subiu 1,1% em julho ante junho, enquanto os outros ativos fixos tiveram expansão de 1%.

Em relação a julho de 2018, máquinas e equipamentos encolheram 2,9% em julho deste ano, em função de uma perda de 24,7% das importações, embora o consumo de bens nacionais tenha crescido 14,8%.

Segundo o Ipea, o tombo nas importações de máquinas e equipamentos foi provocado pela base de comparação inflada pela importação de plataformas de petróleo em julho do ano passado. O componente da construção civil teve elevação de 2,4% em relação a julho de 2018, e os outros ativos fixos subiram 3,8%.

Fonte: Diário do Comércio


Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

receba as últimas notícias
no seu e-mail através da nossa newsletter

CMMR - Costa | Martins | Meira | Rinaldi © 2019 - Todos direitos reservados