beto_1
CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

Família de Beto Carrero desiste de vender parque

O Madero, que havia começado na disputa sozinho, aliou-se à Cacau Show e quase fechou contrato por R$ 1,1 bilhão. Essa seria a primeira investida das redes no setor de entretenimento.

Depois de optar pela proposta de compra feita pela Cacau Show e pela rede de restaurantes Madero, a família herdeira do parque Beto Carrero desistiu de vender o complexo de entretenimento.

Os fundos americanos Advent e HIG Capital também haviam feito ofertas pelo parque. As negociações começaram em novembro de 2018 e foram encerradas há cerca de duas semanas, com a desistência da família – que ontem, em nota, negou ter travado conversas relativas ao negócio. Os fundos haviam proposto comprar o complexo por cerca de R$ 1 bilhão.

O Madero, que havia começado na disputa sozinho, aliou-se à Cacau Show e quase fechou contrato por R$ 1,1 bilhão, de acordo com fontes próximas às conversas. Essa seria a primeira investida do Madero e da Cacau Show no setor de entretenimento.

A ideia do Madero era colocar seus restaurantes e lanchonetes para dentro do parque. O fundador da rede de restaurante, Junior Durski, pretende levar sua empresa à Bolsa e o parque encorparia o negócio.

Já Alexandre Costa, fundador da Cacau Show, pensava em desenvolver projeto semelhante ao Hersheys Chocolate World, um parque nos Estados Unidos. Procurados, Madero, Cacau Show, HIG e Advent não quiseram comentar o assunto. 

Fonte: Diário do Comércio


Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

receba as últimas notícias
no seu e-mail através da nossa newsletter

CMMR - Costa | Martins | Meira | Rinaldi © 2019 - Todos direitos reservados