economia-industria-arquivoagbrasil
CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

CMMR ADVOGADOS ASSOCIADOS

Produção industrial recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE

No entanto, Amazonas, Pará, Rio de Janeiro e Paraná tiveram os maiores avanços em agosto, segundo o levantamento. São Paulo, o maior parque industrial do país, ficou na sequência e registrou alta de 0,7%.

A produção industrial recuou em oito dos 15 locais pesquisados em agosto deste ano, em relação a agosto de 2018, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (08/10).

No entanto, em São Paulo, maior parque industrial do País, houve um avanço de 0,7%. Os demais acréscimos ocorreram no Amazonas (13,0%), Pará (12,8%), Rio de Janeiro (4,5%), Paraná (2,3%), Goiás (0,5%) e Ceará (0,5%).

Por outro lado, houve perdas na indústria do Espírito Santo (-16,2%), Região Nordeste (-10,1%), Bahia (-9,3%), Pernambuco (-9,2%), Mato Grosso (-6,5%), Minas Gerais (-6,5%), Rio Grande do Sul (-6,3%) e Santa Catarina (-3,1%).

Segundo o IBGE, houve contribuição negativa do efeito calendário, uma vez que o mês de agosto de 2019 teve um dia útil a menos do que agosto de 2018. Na média global, a indústria nacional encolheu 2,3% em agosto deste ano ante agosto do ano passado. 

Fonte: Diário do Comercio


Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

receba as últimas notícias
no seu e-mail através da nossa newsletter

CMMR - Costa | Martins | Meira | Rinaldi © 2019 - Todos direitos reservados